quarta-feira, 30 de maio de 2007

Visita do "Démais"










A visita do Barão da Sé, emigrante "australiano", Jorge Viegas à nossa Urbe proporcionou um serão muito agradável e bem regado. Depois de um jantar no Grão Mestre seguiu-se um convivio animado no Írish Bar.

sábado, 26 de maio de 2007

Fernando Neves dos Santos

As novas eleições para a presidência do Instituto Politécnico da Guarda estão marcadas para 6 de Julho, de acordo com um despacho, datado de 21 de Maio, do vice-presidente do IPG, em substituição de Jorge Mendes, por impedimento legal do actual presidente.
No documento, a que "O Interior" teve acesso, Fernando Neves dos Santos declara reaberto o processo eleitoral, fixa a composição do colégio que há-de escolher o próximo presidente e o respectivo calendário eleitoral. Neste caso, os interessados têm até 12 de Junho para formalizarem candidaturas ao cargo, realizando-se a 22 desse mês a tomada de posse da comissão eleitoral. Segue-se a afixação dos cadernos eleitorais provisórios, passíveis de reclamações, sendo os definitivos afixados a 28 de Junho. 3 de Julho é a data limite para a publicitação das listas definitivas dos candidatos à presidência, decorrente a 4 e 5 desse mês o período de "campanha eleitoral". Um dia depois têm lugar as eleições, agendadas para as 11 horas, a que deverão concorrer os mesmos protagonistas de há três anos, Joaquim Brigas e Jorge Mendes.
Quanto ao colégio eleitoral, onde «se verificou a ilegalidade», Fernando Neves dos Santos fundamentou a sua composição num parecer jurídico, que estipula 48 docentes, 36 alunos, 24 representantes da comunidade e 12 funcionários, num total de 120 elementos. Por escolas, a ESTG terá 44 votos, mais 14 que a ESEG, enquanto a ESTT (Seia) fica-se pelos 20, a Escola Superior de Saúde pelos 19 e os Serviços Centrais por 7.
Foto Jornal Ensino Magazine
Texto Jornal O Interior

sexta-feira, 25 de maio de 2007

‘’Barão do Ano’’ vai começar a ser reconhecido

Os Barões da Sé são um grupo de amigos, nados e criados na zona da Sé de Viseu. Hoje, alguns deles já deixaram aquela zona e mesmo a cidade para rumarem a outros locais onde desenvolvem as suas actividades profissionais.

No entanto, a memória de bons tempos faz com que se encontrem todos os anos para um jantar-convívio que serve ‘’ para matar saudades’’ e trocarem experiências.

No último encontro, realizado a 12 de Maio, surgiu a ideia de criar um tributo ao ‘’Barão do Ano’’, para aquele que mais se distinga. Os critérios a usar para a eleição vão desde a dinamização em prol do grupo, o destaque a nível social, até aos feitos reconhecidos a nível profissional.

O primeiro Barão já foi distinguido, infelizmente a título póstumo. No último encontro e associando-se a uma iniciativa do Teatro Viriato, o grupo entregou o 1º galardão à família do saudoso José Valor.

De acordo com Vítor Santos, um reconhecido Barão, ‘’não está de fora da agenda o agradecimento a instituições ou personalidades fora dos Barões da Sé que tenham um papel de destaque no reconhecimento e divulgação das nossas acções, com a entrega também de um galardão’’, adiantando que ‘’ existem muitas ideias em cima da mesa que estão neste momento a ser analisadas.’’

Barão do Ano, será o nome que vai ter o galardão, idealizado pelo artista viseense Paulo Medeiros, a partir do próximo ano, sendo que o entregue a José Valor já se enquadra nesse espírito.

Notícia em ViseuMais

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Barões regressam à Sé em nome da amizade

Estava a década de 1980 a começar, quando um jornal da cidade chamou, em título, a um grupo de “putos” da zona histórica da Sé de Viseu, por causa das suas “muitas tropelias”, de “Barões da Sé”. No sábado passado, esses adolescentes a quem o “Notícias de Viseu” atribuiu o estatuto de barões, por, entre outras “patifarias”, tomarem banho nus no Parque da Cidade, reúnem-se todos os anos num lauto jantar para recordar a nobreza dos tempos idos passados nas estreitas ruas do centro histórico.
Tudo começou em 1995, quando os “barões” se encontraram no funeral do pai de um deles e alguém, lembra Vítor Santos, um dos fundadores do grupo, se lembrou de organizar encontros anuais para evitar que os reencontros não acontecessem apenas em funerais e casamentos. Daí à definição do nome – “Barões da Sé” – para o grupo, “foi simples”, conta Vítor Santos, “porque ninguém tinha esquecido” aquele momento de “glória” em que um “bando de adolescentes” que dominavam o centro histórico tinha chegado às páginas do jornal e “logo com o estatuto de barões”, mesmo que a razão tenha sido “o escândalo de andar nu” numa cidade conservadora como Viseu.
Assim foi e desde 1995 que não falham os encontros, com os objectivos a serem alargados a ponto de hoje já serem vários os “barões” com “menos sorte na vida” a serem apoiados por aqueles a quem a vida “foi correndo mais de feição à condição de Barão”. No grupo está gente que ainda hoje continua a viver na zona da Sé de Viseu, mas a maior parte está fora da cidade ou mudou-se para outras zonas da urbe, havendo muitos que vêem de Lisboa, Porto, Aveiro, Santo Tirso ou do estrangeiro, apenas em nome daquilo que é o “combustível” que há 12 anos move estas pessoas: “a amizade”.
Blogue na Internet
O barão Vítor Santos, cujo título não foi conquistado com a tal coragem de andar nu pelo centro da cidade, porque já faz parte da segunda geração e, por isso, é “nobre” de “linhagem”, contou à Lusa que o próximo passo é constituir uma associação formal para que o apoio social que prestam possa ter “outro enquadramento” legal.
Os “Barões da Sé” mantêm ainda um blog, em www.baroesdaseviseu.blogspot.com, onde a actividade é retratada, com fotos, com recortes de imprensa onde estes são os protagonistas, mas também onde o seu “berço”, a zona da Sé, é destacada. “Somos Barões porque partilhámos uma rua, uma calçada, uma escadaria, uma bola, um baralho de cartas, uma ida à piscina nas manhãs domingueiras, uma piada, um cigarro, uma asneira, uma travessura, uma conversa, um namoro, uma briga, um cachaço, uma amizade! A Vida”.
* Ricardo Bordalo - Agência Lusa
in Jornal Diário As Beiras (14-05-2007)
link da noticia

segunda-feira, 21 de maio de 2007

"Viagem ao Mundo dos Resíduos" por Tiago Nascimento

Cerca de uma centena de crianças passou ontem pelo Mercado 2 de Maio, em Viseu, a propósito da inauguração da "Viagem ao Mundo dos Resíduos", uma exposição interactiva sobre o lixo doméstico."Reduzir, reciclar e reutilizar" foram as palavras de ordem durante a visita, que mereceu um olhar atento por parte dos alunos de diferentes estabelecimentos de ensino da cidade.
Dividida por uma área de aproximadamente 400 metros quadrados, a mostra pretende sensibilizar e incentivar as boas práticas ambientais junto dos mais novos. Além de aprenderem a separar as embalagens usadas e a colocá-las no respectivo recipiente do Ecoponto, os participantes descobriram que é possível eliminar resíduos através da combustão. O destino que é dado ao lixo também foi um ponto abordado durante a iniciativa, que ficou marcada pela utilização de mensagens claras e apelativas, de modo a cativar o interesse e a atenção.
E a verdade é que as crianças mostraram ter a lição aprendida, sinal de que em casa já começam a ter práticas mais amigas e protectoras do ambiente. Além disso, criticaram a preguiça de quem "não respeita a natureza".
A exposição, que vai já na sua segunda edição, é promovida pela Câmara Municipal de Viseu e pode ser visitada diariamente, das 9 às 20 horas, sendo que aos fins-de-semana o horário de abertura tem início às 15 horas.
O Dia Mundial do Ambiente, a 5 de Junho, foi a data escolhida para o seu encerramento.

in Diário Regional (17-05-2007)

quinta-feira, 10 de maio de 2007

Mais Valor

Nos dias 15 e 16 de Junho, todos os caminhos vão dar a Viseu

Cordel do Fogo Encantado, Mountain Tales, Nobody’s Bizness, Anónima Nuvolari, Daltonic Brothers, Dezperados, Mais Valor e Bailarico Sofisticado


Pela primeira vez, o TEATRO VIRIATO apresenta o Viseu a 15 do 6. Um evento que, este ano, a 15 e 16 de Junho, traz à cidade de Viseu Cor­del do Fogo Encantado, uma das revelações do Festival de Músicas do Mundo de Sines do ano passado e Mountain Tales, em estreia nacional. Nobody’s Bizness, com o blues cru e acústico do Delta do Mississipi e Anonima Nuvolari, com a música italiana na sua vertente mais alegre e dinâmica, completam um cartaz que inclui ainda uma sessão de vj’ing a partir do espólio artístico do viseense, José Valor, intitulado Mais Valor e uma sessão de vídeo e música dos Daltonic Brothers e do colectivo de Dj’s, Dezperados. Todas estas iniciativas vão acontecer entre o Largo da Sé de Viseu, o Parque Aquilino Ribei­ro e o próprio Teatro Viriato que nesses dias abre portas também para o Largo Mouzinho de Albuquerque, com o Bailarico Sofisticado pelo colectivo de Dj’s Bruno Barros, Pedro Marques e Vítor Junqueira. Toda a informação está disponível no Serviço de Imprensa Online do Teatro Viriato em www.teatroviriato.com/press01.htm.

Viseu a 15 do 6 é feito para a cidade, com a cidade e a pensar na cidade. Aliás, os concer­tos vão decorrer, precisamente, no coração de Viseu. Trata-se de um evento em cons­trução, que, se este ano incide mais sobre a música, no próximo pode estender-se ao te­atro, ao novo circo ou outras artes performa­tivas. Em comum, todas as edições do Viseu a 15 do 6 vão ter a cidade que acolhe, que recebe em pleno quem a visita. Em 2007 são assim lançadas as sementes que permitirão evoluir para uma fórmula inovadora e original de fruição cultural. No futuro, o objectivo é que a cidade se organize para levar à expres­são máxima o conceito de dinâmica cultural e hospitalidade. Neste sentido, será criado um passe que permitirá usufruir de todos os ser­viços, nomeadamente, hotel, restaurantes e toda a oferta cultural.

Os bilhetes do Viseu a 15 do 6 para os concertos do Cordel do Fogo Encantado e Mountain Tales garantem descontos entre 10 e 50 por cento em hotéis, bares, restaurantes e museus da cidade que aderiram a este projecto. Também o Museu Grão Vasco fará um desconto de 50 por cento nas entradas para o espaço, mediante a apre­sentação do bilhete para um dos concertos. O comércio local da cidade de Viseu também se junta a este evento com a iniciativa Sextas-feiras Brancas, promovida pela Associação de Comerciantes do distrito de Viseu, e que deve­rá arrancar, precisamente, no dia 15 de Junho, abertura do Viseu a 15 do 6. No âmbito desta iniciativa, o comércio local da zona histórica estará aberto até às 23h00.

Os bilhetes podem ser adquiridos já a partir da próxima semana na bilhetei­ra do Teatro Viriato e na FNAC em Coimbra, Porto (Norteshopping e Santa Catarina) e Lis­boa (Chiado e Colombo). Posteriormente, haverá ainda um con­junto de postos de venda na cidade de Viseu: Centro Municipal de Informação Jovem, Loja do Cidadão, Atendimento Único (Câmara Mu­nicipal), Região de Turismo Dão Lafões e Irish Bar. Os bilhetes podem também ser compra­dos através do envio de um e-mail para bilhe­teira@teatroviriato.com.


//Programa

15 Jun’07
Cordel do Fogo
Encantado
22h00 Adro da Sé
10€

Daltonic Brothers
e Dezperados
24h00 Largo da Misericórdia

Mais Valor
24h00 Bar do Teatro Viriato

16 Jun’07
Mountain Tales
22h00 Adro da Sé
10€

Nobody’s Bizness 5€
18h30 Teatro Viriato
5€

Anonima Nuvolari
11h00 Ruas de Viseu
17h00 Parque Aquilino Ribeiro

Bailarico Sofisticado
24h00 Bar do Teatro &
Largo Mouzinho de Albuquerque

...................................................................



José Valor

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Viseu

Nome Viseu

Segundo a lenda da cidade, em pleno processo de reconquista, um membro de um grupo de guerreiros chegado à cidade pelo lado oriental, onde se intersectam os rios Pavia e Dão, perguntou «Que viso (vejo) eu?», e seria desta pergunta que nasceria o nome da cidade.
No entanto, entre os anos 712 e 1057, intervalo da ocupação árabe, Viseu era conhecida por Castro Vesense — Vesi significada "visigodo".

terça-feira, 8 de maio de 2007

12.º Encontro: 12 de Maio de 2007

...SOMOS NÓS OS… “BARÕES DA SÉ”
Mais um Jantar de Amigos como vem sendo hábito todos os anos, e já vamos para o 12º, que será no dia 12 de Maio de 2007.
Rever os amigos dos bons velhos tempos, é cada vez mais importante, para convivermos e estarmos um pouco todos juntos, e curtirmos um bocado, deixarmos de lado tristezas e complicações que a vida nos trás.

O programa para este ano é o seguinte :
18:00h – Concentração nas “Bicas”
20:00h – Jantar no Restaurante Belos ComeresRua da Paz - (ex. Restaurante Royal)

domingo, 6 de maio de 2007

Há muitos anos...




O «nadador» é o Sá Neves, os outros são um exercicio de reconhecimento para vós.
Fotos do Carlos Amadeu.